Páginas

Onze leis a cumprir na hora de seduzir - Sarah MacLean


Título: Onze leis a cumprir na hora de seduzir (Os números do Amor #3)
Autor(a): Sarah MacLean
Publicação: Arqueiro – 2017
Número de páginas: 330
Onde encontrar: Skoob, Amazon, Saraiva, Submarino
Nota: 🌟🌟🌟🌟,5
“Às vezes , o amor não era suficiente”
Meu recém descoberto amor por Sarah MacLean já não é novidade e depois dessa série ele só cresceu!
Quando vi que a arqueiro tinha entre os lançamentos de maio um livro dela já sai que nem louca pra ler a
série toda né, sim, eu sou esse tipo de leitora (meio) compulsiva. E ainda bem que fiz isso, estou em um
caso de amor com essa série! Não fiz resenha dos dois livros anteriores então deixa eu te situar:

Os livros anteriores (Nove regras a ignorar antes de se apaixonar e Dez formas de fazer um coração
se derreter) contam a história do marquês de Ralston, Gabriel St John e a do seu irmão gêmeo lorde
Nicholas St. Jonh (respectivamente).
Os três livros se passam na Inglaterra, em 1823. Preciso dizer que os dois livros anteriores também
são maravilhosos, se você gosta de livro de época dê uma chance! São cheios de paixão, diálogos
interessantes e inteligentes, humor, além de discutirem os valores da sociedade que são tão exaltados em detrimento ao que as pessoas são de verdade e querem ser. Já falei em outra resenha de um livro de Sarah como ela valoriza a mulher nas suas histórias e nisso ela não deixa a desejar nessa série!


Mas vamos voltar ao livro três, a história de Juliana (a meia irmã italiana dos gêmeos) e do personagem que a eu amei “odiar” o duque do desdém.
Juliana Fiori é uma mulher linda, impulsiva, não tem medo de dizer o que pensa e em buscar paixão para sua vida. Essas características junto ao fato da sua linhagem (no mínimo discutível para a aristocracia inglesa) tornam muito difícil para a mocinha ser aceita nessa sociedade. Por outro lado, se tem algo que ninguém jamais questionou foi o lugar do duque de Leighton. Conhecido como duque do desdém é um dos melhores partidos que existe: rico, de uma reputação impecável, de família tradicional e com um título muito importante. Ao contrário de Juliana é totalmente frio, está sempre impecável e sempre teve tudo aquilo que desejou, pelo menos até que passou a desejar a única coisa que não poderia ter.

Essa história já começou me ganhando pelo fato de: AMO mocinhos que brigam! Os diálogos são muito divertidos. Adorei que Juliana não abaixa a cabeça para a aristocracia nem pro duque mesmo quando se sentia insegura e deslocada.

Tive um pouco de dificuldade de me identificar com essa personagem, justamente pelo fato de ela ser tão aberta a conquistar o que quer e ir atrás disso. Teve momentos em que fiquei: “Ai socorro, lá vai essa louca”, "Meu Deus, ela foi mesmo fazer isso”. Tenho uma tendência (bem chata admito), de seguir as regras e deve ser por isso que me identifiquei muito mais com Simon do que com ela.

“S: - Eu não vou me casar com a garota”
“J: - De jeito nenhum eu vou me casar com ele! – gritou ela no mesmo instante ”
Bem, pelo menos eles concordavam em alguma coisa.
Espere.
Ela não queria se casar com ele? Ela podia se sair muito pior. Ele era um duque, pelo amor de Deus! E ela era um escândalo ambulante!

Foi bom acompanhar como o duque de Leighton, o duque do desdém, se torna simplesmente Simon. Tive uma queda pelo jeitinho cavalheiro e certinho dele. Mas foi bom ver como Juliana o tira da caixinha, da monotonia do seu mundo e libera a pessoa que ele não se permitia ser, simplesmente por não ser aquilo que era esperado de sua pessoa.
“ J: - Que paixão.”
Ele não reagiu ao sarcasmo dela.
“S: - É uma questão de negócios. Não há lugar para a paixão em bons casamentos ingleses.
Era uma piada. Tinha que ser.
“J: - Como você espera viver sua vida sem paixão?"
Além do casal, que se equilibra e tem uma química incrível, a gente pode revisitar os outros personagens dos livros anteriores (eu sempre dou risada com as tiradas de Gabriel e Nick). São personagens maravilhosos que você deveria ir conhecer! Hahahahaha
        

Enfim, um livro ótimo! Não dei 5 estrelas (como os demais da série), porque não gostei muito do motivo que levou esses dois a se cruzarem, meio que não acreditei muito no sentido da aposta que eles fazem, mas é um pequeno detalhe que não tirou o prazer de ler esse livro! Sarah MacLean DIVA! Já amo!


Outros volumes da série:

Volume 1 - Resenha aqui!
Volume 2 - Resenha aqui!


0 comentários:

Deixe seu comentário