Páginas

Quinze dias - Vitor Martins

Título: Quinze dias
Autor: Vitor Martins
Publicação: Globo Alt - 2017
Número de páginas: 208
Onde encontrar: Skoob, Amazon, Saraiva
Nota: 🌟🌟🌟🌟🌟💚

Já pensou se o seu crush secreto fosse passar quinze dias na sua casa nas férias?

“O mundo inteiro é seu. ”
Felipe é um adolescente como qualquer outro: não vê a hora das férias começarem! Mas ele deseja muito isso para fugir dos seus colegas da escola que praticam bullying contra ele pelo simples fato dele ser um garoto gordo. Tudo o que ele quer são as suas belas férias para fazer maratonas de séries, ler bastante e aprender um montão de coisa (talvez inútil) no Youtube.
Quando finalmente ele chega em casa do seu último dia de aula antes das férias ele tem uma bela surpresa: Caio, o seu crush desde a infância, irá passar quinze dias na sua casa porque seus pais viajaram.
Felipe então entra em parafuso, já que seus planos foram por água abaixo e, pelo amor de Deus, seu CRUSH vai passar quinze dias com ele e ele é um garoto muito inseguro por tudo o que ele vem passando.
E agora, o que será que acontecerá nesses quinze dias?
“Porque “gordo” é o tipo de palavra que as pessoas tentam esconder a qualquer custo. Todo mundo diz “fofinho”, ou “forte”, ou “grande”, ou “cheinho”, mas nunca GORDO. Gordo é uma palavra sem volta. Quando você afirma uma coisa, por mais que ela esteja clara pra todo mundo, ela se torna real."
Vi muita gente, muita mesmo, falando super bem do livro do Vitor e então eu decidi que eu também precisava ler. Ainda bem que eu tomei essa decisão! Começo dizendo que esse foi um dos melhores livros YA que li nesse ano. Ele não tem uma super história, mas ele é de uma sensibilidade, aborda temas extremamente importantes, conversa com o leitor e é divertidíssimo!! Eu me envolvi desde o início dessa história, embarquei totalmente com Felipe nesses quinze dias e só parei quando acabei de ler.

Felipe é um garoto que com certeza todo mundo gostaria de ter por perto, como amigo, como irmão, como namorado, enfim, ele é aquele tipo de pessoa que todo mundo na vida precisa ter. Ele é um garoto gordo e sofre muito com isso, principalmente porque é muito perseguido pelos colegas de escola.  Acaba se tornando um garoto extremamente inseguro por conta da sua aparência, mas ele esquece a pessoa maravilhosa que ele é, na verdade ele acha que ninguém achará ele maravilhoso por ele ser gordo. Agora, você imagina o que é uma pessoa ter sua vida determinada por isso? O quanto é destrutivo o que os colegas fazem com ele? Eu ainda me pergunto como pode existir pessoa assim, tão insensíveis com o próximo! Os colegas ceifaram todo e qualquer amor próprio que ele pudesse ter. É horrível! Mas o tempo todo que eu li eu pensava “Felipe, não importa se você é gordo, cara, você incrível! ” E ele é mesmo, eu simplesmente me apaixonei por ele, queria ser amiga dele hahahahaha. Vitor, obrigada por ter criado o Felipe!!

A mãe do Felipe é a mãe que todo mundo pediu a Deus, não é mesmo? Ela é tão moderna, amiga, parceira e compreensiva. Acredito que a maior força para o Felipe ter segurado a barra de passar por tudo que ele passa é a mãe dele. Ela é aquele tipo de mão que aceita, apoia e ama o filho do jeitinho que ele é. Ela é maravilhosa.
“Você pode pensar que eu te digo isso porque sou sua mãe. E em parte você está certo, claro. Eu vou sempre te achar o menino mais lindo do mundo porque eu sou sua mãe. Mas sua beleza não é só isso aqui – ela diz passando a mão pelo meu rosto. ”
“Eu tenho muito orgulho de quem você é. Das decisões que toma, de como enfrenta seus problemas, de quando me faz rir mesmo meu dia estando uma porcaria. Você é meu companheiro, filho. E qualquer pessoa que pode aproveitar sua companhia é uma pessoa de sorte. ”
Minha gente, o Caio é o crush do Felipe, meu, seu, nosso, né? Ele é simpático, fofo, carinhoso e se dá super bem com a mãe de Felipe. Ele com sua super aparência física dá uma lição ao longo dessa história.
“Não se apaixone por uma pessoa que não faça com que você se sinta lindo. Não to falando que o cara precisa te dizer o tempo todo que você é perfeito e maravilhoso. Não é isso. Mas quando você se sente lindo só de estar perto da pessoa, aí, filho, é muito mais fácil. Você acorda com a cara amassada, o cabelo bagunçado, e ainda assim se sente lindo. Porque você está com uma pessoa que não aponta os seus defeitos. Não faz você se sentir pior. Não repara naquela estria na bunda que nem você tinha reparado até então. Porque essa pessoa enxerga a melhor parte de você. ”
Com uma forma bem leve e sensível, Vitor nos conduz a uma grande reflexão e nos ensina muitas lições na sua história. O crescimento de Felipe na história é um incentivo enorme para quem vem passado pelas coisas que ele passa. Não podemos banalizar os sentimentos de ninguém. Eu por exemplo, sou gordinha, mas nunca passei pelo que o Felipe passa porque eu sou segura de quem eu sou, nunca deixaria minha vida ser guiada dessa forma, mas eu entendo pelo que ele passa e não diminuo ou menosprezo o sofrimento dele. Ninguém sabe o que tem dentro de cada pessoa, não é mesmo? Ver ele se descobrindo como pessoa e não apenas como corpo é lindo demais!
Juro que até o dado momento me sinto incapaz de escrever uma resenha digna para essa história, ela me pegou de jeito. Eu sou gordinha, então me identifico com Felipe, me identifiquei com váaaaaaaarias situações passadas por ele e eu ria horrores lendo. Toda hora eu mandava trechos para os meus amigos falando “Olha eu na vida!!”. Ainda bem que eu fui influenciada digitalmente hhahaha para ler esse livro porque eu ia me arrepender amargamente se nunca tivesse lido isso. Já quero indicar para todo mundo!

Ai gente, amei, achei divertidíssimo. Felipe, Caio, dona Rita, saudades já! Leiaaaaaaaaaam!
“Vou até a cozinha tentando não fazer barulho, mas é claro que dá tudo errado, porque eu tenho a delicadeza de um mamute"

0 comentários:

Deixe seu comentário