Páginas

Cilada para um Marquês - Sarah MacLean

Título: Cilada para um marquês (Escândalos e Canalhas #1)
Autor(a): Sarah MacLean
Publicação: Gutenberg – 2016
Número de páginas: 318
Onde encontrar: Skoob, Amazon, Saraiva.
Nota: 🌟🌟🌟🌟🌟
“E foi naquele momento que Sophie não conseguiu mais suportar aquele mundo de regras, hierarquia e desdém. Aquele mundo no qual ela não tinha nascido. O mundo que ela não escolheu. O mundo que ela odiava.”

O ano é 1833, a família Talbot era o maior escândalo da aristocracia, a fofoca da sociedade é que o título de conde recentemente adquirido pelo chefe da família, muito rico, foi na verdade comprado. Sophie é conhecida como a irmã Talbot sem graça, nem tão bonita, nem tão interessante ou encandalosa como suas irmãs, a “desdisvertida. Até que um fato se torna a gota d’água, ela toma uma atitude impetuosa, se cansa de tanto desrespeito, hipocrisia e decide ir embora de Londres, fugir da sociedade aristocrata para um lugar em que sempre foi feliz. É nesse momento que o caminho de Sophie se cruza com o do Marquês de Eversley, ou o “canalha real” como também é conhecido. O Marquês está prestes a embarcar em uma viagem que não quer fazer, de volta para a casa em que foi criado, encontrar seu pai com quem não fala há anos. Mas o que ele não esperava é que teria companhia nesse trajeto e que essa viagem se tornaria uma grande e confusa aventura.
“Os livros eram aventuras encadernadas em couro, com páginas e mais páginas de mundos distantes, pessoas e ensinamentos notáveis; felicidade simples e honesta”

Sophie é uma jovem decidida, inteligente e muito perseverante. Gente como a gente que ama livros! Cresceu sem fazer parte da aristocracia, por isso não se encaixa bem nessa nova classe social, a qual passou a fazer parte quando o pai conseguiu o título de conde. Ela está super insatisfeita com a vida que leva.  Quando tudo piora, essa personagem toma decisões corajosas em busca daquilo que acredita.  Sophie é aquele tipo de protagonista que não fica esperando ser salva, se vira com o que tem e o que não tem (😅😅) para chegar onde quer. Já Rei, como o marquês é chamado pelos mais íntimos, leva a vida perigosamente, sem se importar muito com nada a não ser com a chance de se vingar de seu pai, depois do passado trágico que o afastou de casa. A relação dos protagonistas é maravilhosa, eu amo um casal que briga e eu ri bastante com os conflitos desses dois. Gostei muito da aventura que Sarah criou, fiquei totalmente presa por essa história e não deu outra, li super rápido.
S: “Mulheres são conhecidas por sua capacidade de suportar a dor - foi a resposta dela.”R: “Hummmm... E pensar que vocês são consideradas o sexo frágil” – Ela olhou atravessado para ele. S: “Um rótulo sem dúvidas atribuído por um homem que nunca testemunhou um parto”


Além dos mocinhos conhecemos também as irmãs de Sophie, que aprontam horrores para a época e o Duque de Warnick, que é amigo de Rei e junto com a gente vai se divertir bastante com os novos acontecimentos na vida do amigo. Temas sempre presentes nos livros da autora, as futilidades e os valores corrompidos da sociedade aristocrática, assim como o lugar da mulher nesse contexto também estão presentes nessa história. Sarah nos faz pensar no que realmente importa e em como uma história sempre tem dois lados. Acho difícil fazer resenha quando eu gosto tanto do livro, fico sem saber como colocar em palavras e esse é um desses momentos. Amei! A autora nos leva em uma viagem muito divertida, repleta de romance, confusões e bons personagens. Se você ama histórias de época como eu: precisa ler! E se não ama mas quer se aventurar por essas histórias: precisa ler também!

Outros volumes da série:
           Volume 2

0 comentários:

Deixe seu comentário