Páginas

Geekerela - Ashley Poston


Título: Geekerela
Autor(a): Ashley Poston
Publicação: Intrinseca – 2017
Número de páginas: 384
Onde encontrar: Skoob, Amazon, Saraiva
Nota: 🌟🌟🌟🌟
"Apontar para as estrelas. Mirar. Disparar."
Danielle é uma adolescente que perdeu os seus pais e vive com as sua madrasta e suas duas filhas gêmeas. Quando o pai de Elle morre deixa a casa e a paixão que eles compartilhavam pela série Starfield. Acontece que recentemente anunciaram um remake de Starfiel, com o protagonista estrelado pelo galanzinho pop de seriados adolescentes, o Darien Freeman. Só que Danielle é fã de carteirinha, super nerd, não gosta nada nada dele interpretar o Carmindor, seu personagem amado. Quando a produção do filme anuncia um concurso de cosplay, ela ver a oportunidade perfeita de usar o prêmio para se livrar da sua madrasta e suas irmãs malvadas! Então ela e sua amiga de trabalho da Abóbora mágica embarcam numa aventura para ganhar esse concurso.
"Por enquanto, preencho essa necessidade escrevendo no meu blog, Artilharia rebelde —o nome é em homenagem a Star Trek, claro —, em que falo sobre o único assunto que domino bem: Starfield."


Essa é mais uma releitura de Cinderela, com o foco em uma personagem geek. Onde a nossa persoagem principal, Danielle Wittimer é aquelas fãs de carteirinha que sabe tudo sobre a sua série favorita. Série essa que ela herdou esse amor do seu pai, que era mega fã também. Ela é fã desde sempre e quer defender a sua série e os seus personagens e se sente ameaçada com o fato de um popstar adolescente interpretar o Carmindor.

Esse é um daqueles livros perfeitos para relaxar, descansar de alguma outra leitura mais densa, porque ele não exige muito do leitor. Ele conta a história de uma adolescente que precisa muito sair de casa e encontra a oportunidade perfeita. Mas encontra muitas dificuldades em seu caminho: sua madrasta e suas irmã gêmeas (chatas!). O livro é todo atual, as gêmeas sao youtubers e o universo geek é recheado de referencias da cultura pop.

Elle não é lá essas personagens femininas fortes que a gente espera, se tratando de um livro tão atual. Esperava uma personagem mais forte, firme e decidida. Mas ela é mais uma protagonista frágil tentando se livrar dos problemas da vida. Mas ok!

Amei as passagens em que ela lembrava do pai, dos momentos dos dois, das coisas que eram só deles e da saudade que ela sente dele. Isso realmente me tocou porque eu sou boba quando tem relação pai e filha nas histórias porque eu tenho uma incrível como o meu. Por isso senti o ela devia estar passando, como ela devia estar se sentindo tão sozinha, já que perdeu um pai que era seu melhor amigo.
"Posso não ser ninguém, mas meu pai era extraordinário. E me amava mais que tudo."
"Sabe, meu pai disse que as coisas só são realmente impossíveis se a gente nem se der ao trabalho de tentar."
O desenrolar do romance eu até gostei até o epílogo. Socorro, achei que o epílogo cagou a história porque foi tão morno, me deixou com tantas dúvidas em relação ao casal e isso deu uma caidinha no que eu tinha achado do romance. Porque ele acontece bem lentamente durante a história.
"Não vou dizer que ela é perfeita nem que é a garota mais linda que já vi, mas, quando olha para mim, ela é a melhor parte do universo."

Mas gente o que é a amiga de Elle, hein? Eu adorei ela! Ela sim é a personagem que você espera como principal. Toda decidida, forte, dura na queda, hahahahaha! Gostei muito! Mas a família de Elle, detestei! Mas não foi porque elas eram más não, achei mal elaboradas e mal desenvolvidas.

Mas li mesmo sem esperar um livrão. Esperava me divertir, me entreter e tal. E foi o que aconteceu. Eu gostei bastante do tempo que passei lendo esse livro, me diverti e achei muito bacana pra proposta dele. Adorei a atualidade dos fatos, as referencias... enfim, gostei bastante! Recomendo por esses motivos 😉
"Quando não vencemos uma batalha, tentamos de novo com armas melhores.”
"Talvez seja hora de nós dois começarmos a olhar para cima, ah’blena."

0 comentários:

Deixe seu comentário