Páginas

Uma noite como esta - Julia Quinn

Título: Uma noite como esta  (Quarteto Smythe-Smith #2)
Autor(a): Julia Quinn
Publicação: Arqueiro – 2017
Número de páginas: 272
Onde encontrar: Amazon, Skoob, Saraiva, Submarino.
Nota:🌟🌟🌟🌟 ,5

Uma noite de bebedeira mudou totalmente a vida de Daniel Smythe-Smith, o conde de Winstead. Após um duelo ele precisou sair da Inglaterra deixando um de seus amigos com  uma limitação para o resto da vida. Depois de anos tendo que viver fora do país onde nasceu, fugindo de tentativas de vingança, Daniel finalmente pode voltar, ele chega logo na noite do famoso recital da família. Mas para sua surpresa não é nenhuma de suas primas ao piano e sim uma linda moça. Quando Sarah Smythe-Smith não "pode" participar do recital, a governanta de suas irmãs a Srta. Wynter é "convidada" a assumir o piano. Daniel logo se sente atraído por ela, mas Anne esconde segredos que ele nem imagina.
"Era aquilo que significava o amor? Sofrer mais pela dr de outra pessoa do que pela nossa"

 Não gostei do inicio desse livro. Achei a aproximação dos protagonistas meio grosseira. A situação que Julia criou foi bem desnecessária, achei até abusiva. Então já iniciei os primeiros capítulos com um ranço de Daniel, ele começa a "perseguir" a mocinha e isso me irritou um pouco, mas ainda bem que ao desenvolver do livro meu sentimento mudou. 
"Não precisava ser o primeiro....precisava ser o último. O único a partir dali"
Anne leva uma vida disfarçada como governanta das primas de Daniel, depois que acontecimentos fizeram ela ter que sair de casa. É uma mulher forte, decidida, que teve que se superar depois de adversidades. Achei que ela ia acabar cedendo fácil aos encantos do protagonista, mas soube se impor e colocar ele no lugar dele (adoro!). Ao longo da história Daniel Smythe-Smith mudou meu sentimento inicial (de que ele era um babaca), por ter que se afastar do país o jovem mimado e de sorriso fácil teve que crescer e aprendeu também a valorizar a família. No final, gostei da forma como ele se portou ao se apaixonar por uma mulher de outra classe, sem se importar com a sociedade. 

" - Eu quase acertei Elizabeth - explicou Anne""- Não importa""Elizabeth bufou, indignada.""Eu me importo."
Apesar da interação bacana que o casal começou a desenvolver depois do desastre inicial (na minha opinião), o auge desse livro pra mim não são eles, e sim as primas de Daniel: Harriet, Elizabeth e Frances. Ri muito com as confusões dessas três. Harriet escreve as peças de teatro mais malucas e elas acabam interpretando os personagens com Daniel e Anne, enquanto brigam. Me apaixonei mesmo por Frances, a mais nova, ela tem as melhores sacadas e comentários. Acabei me divertindo muito com essa leitura,se você ama livros de época como eu super indico essa série. 

Outros volumes da série:
Volume 1: Resenha aqui!












Volume 3: Resenha em Breve!












Volume 4: Resenha em Breve!

0 comentários:

Deixe seu comentário