Páginas

Para Sir Phillip, com amor - Julia Quinn

Título: Para Sir Phillip, com amor (Os Bridgertons #5)
Autor(a): Julia Quinn
Publicação: Arqueiro – 2015
Número de páginas: 276
Onde encontrar: Amazon, Saraiva, Skoob, Submarino.
Nota:🌟🌟🌟🌟

Eloise Bridgerton tem o hábito de mandar cartas, é através delas que fica sabendo da morte de uma prima distante. Ela manda uma mensagem para o viúvo de sua prima, dando pêsames e é ai que se inicia uma amizade. Apesar da família bem vista na sociedade, de um bom dote e a beleza característica dos Bridgertons, Eloise acreditava que ia se tornar uma solteirona, porque não queria se casar com qualquer um. Quando sua amiga Penélope se casa com Colin, ela vê seus planos de viver na companhia da amiga solteira falharem e começa a se preocupar com seu futuro.Diante disso, acaba aceitando o convite de Sir. Phillip, para conhecê-lo melhor passando um tempo em sua casa, afinal, eles já se correspondiam a um tempo e se davam bem. Mas ao vivo, as coisas não são exatamente o que pareciam. Nenhum dos dois é o que o outro imaginava e nem todos os segredos foram revelados nas cartas.
" - Disseram-lhe alguma vez que é um pouco teimosa?"
"- Constantemente. É meu único defeito".
"Escutou como Phillip ria"
"- O único?"
"- O único que vale a pena comentar"
O que gostei em Eloise foi sua coragem e tenacidade. Sua presença na casa de Sir. Phillip trás desafios e ela não desiste perante as  dificuldades mas sim toma pra si a responsabilidade de fazer dar certo. Também achei bonito como ela trás sua criação cheia de amor (como ela cresceu na família Bridgerton), pra uma família que não sabia como lidar uns com os outros. Já em Phillip achei positivo o modo como Julia fez ele evoluir. O personagem perde a primeira esposa de um modo bem triste e que o marca pra sempre, interferindo no relacionamento dele com os filhos, mas ao longo da trama ele vai aprendendo a ser um bom pai. Achei bonita a forma como ele admite esse seu defeito, esse não saber o que fazer até o ponto em que ele decide ser alguém melhor e se esforça para isso. 
Ambos os personagens evoluem ao longo da trama e gosto quando isso acontece. Contudo, apesar desses fatores que achei legal no volume, não consegui me conectar com os personagens principais nem com a história, faltou alguma coisa. Não é que o livro seja ruim, porque não é, a escrita de Julia continua maravilhosa e o universo que ela criou dos Bridgertons sempre vale a pena, eles são muito divertidos. Mas é que o ponto alto para mim nessa história não foi o enredo principal nem os protagonistas, foi justamente os momentos em que os outros membros da família apareceram. O romance e a paixão que eles viveram foi meio insosso, não consegui me apaixonar junto. 
"Confusa e inútil se deu conta que, para ela, era muito melhor agir e equivocar-se que sentir-se indefesa e impotente"
Os momentos em que me diverti foi quando os pestinhas filhos de Phillip, Oliver e Amanda, apareceram (uma parte, porque confesso que me senti até solidária com Eloise e também tive vontade de esganar eles). A chegada dos quatro irmãos Bridgertons a casa de Phillip é ilária! Amei muito essa cena, gargalhei de verdade. Portanto esse não foi um dos favoritos da série, faltou alguma coisa para emplacar e ganhar meu coração. 






0 comentários:

Deixe seu comentário