Páginas

Ligeiramente escandalosos - Mary Balogh

Título: Ligeiramente escandalosos (Os Bedwyns #3)
Autor (a): Mary Balogh
Publicação: Arqueiro - 2015
Número de páginas: 288
Onde encontrar: Amazon, Saraiva, SkoobSubmarino
Nota: 🌟🌟🌟🌟,5
"E se vivermos em constante medo, Free, como aproveitaremos o tempo que nos é designado?"
Como qualquer lugar era melhor do que estar em casa naquele período, Lady Freyja Bedwyn acaba aceitando um convite para passar uma estadia em Bath com uma amiga. Enquanto viajava para a cidade, ela acaba tendo que passar a noite em uma estalagem de segunda mão. Durante a noite após ser acordada com  a entrada de um intruso em seu quarto, Freyja acaba despistando os homens que o estão procurando, e depois de um beijo, seguido de um belo soco, ela logo da um jeito de colocá-lo para fora. Joshua Moore está indo visitar sua avó em Bath, mas com certeza  não esperava encontrar lá  a moça pequena e de língua ferina que conheceu na estalagem durante a viagem. A ida a cidade tinha tudo para ser entediante, mas Freyja e Josh vão acabar se divertindo com suas trocas de farpas. Quando a tia dele chega a cidade tentando forçar um casamento para o sobrinho, uma impulsiva brincadeira vai colocar Freyja e Josh mais tempo na companhia um do outro, tornando cada vez mais difícil resistir a atração e escapar das confusões.
"Lorde Hallmere - disse Freyja -, sou quase levada a acreditar que talvez tenha alguma inteligência"
Me diverti tanto com esse livro! Freyja é uma mulher muito decidida, impetuosa, nada delicada e muito ousada para a época. Não tem medo de dizer o que pensa e não liga muito para o decoro. Ela carrega uma magoa depois da primeira vez em que se apaixonou, quando acontecimentos a levaram a se sentir humilhada na frente de todos que ama. Já com 25 anos, ela deveria procurar um marido, mas teme que uma união possa colocá-la em uma posição pior do que a em que vive.
"O mar está aí para nos lembrar de como somos pequenos e impotentes. E isso não é necessariamente uma coisa ruim..."
Joshua viveu a maior parte da infância e adolescência na casa do tio, depois que se tornou órfão. Como não era bem tratado e feliz lá, logo que completou 18 anos, procurou um emprego e foi viver sua vida. Mas como único herdeiro do tio, com a morte desse, passou a ser o Marquês de Hallmere. Ele leva a vida viajando e desde que se tornou Marquês ainda não voltou para a casa onde cresceu. Apesar da fama de libertino, é um homem muito honrado e mesmo não tendo voltado para casa, cuida para que não falte nada a suas primas e sua tia. 
"As palavras de Joshua não mudaram nada...e mudaram tudo"
Mary Balogh nos presenteia nesse volume, com um dos melhores casais que brigam que já tive o prazer de conhecer! Duas pessoas muito impetuosas, que se desafiam o tempo inteiro e vivem disputando quem diz a última palavra e tira o outro ainda mais do sério. Ai, amei muito.  O diálogo é super inteligente e bem construído, ri o livro inteiro. Os protagonistas formam um casal a altura sabe? Freyja tem uma personalidade muito forte e a autora conseguiu construir um protagonista perfeito para ela, que a entende na sua singularidade. Ela não hesita em proteger quem ama, e vai estar lá no momento em que ele mais precisa, com toda a sua força.
" Você é sempre tão mal-humorada? - perguntou ele"
"Quando estou em companhias desagradáveis, sim - retrucou Freyja"
Além desses protagonistas maravilhosos, vão aparecer no livro também o resto da família Bedwyn e da família de Josh, sua avó, a tia que é a atual Marquesa de Hallmere e suas três primas: Constance, Chastity e Prue. A Marquesa é uma peste, uma mulher muito cruel e irritante. Mas vale a pena aguentar, pra ver como Freyja interage com ela. Apesar da mãe "cruela", as três primas de Josh são boas moças. Temos muitos outros personagens envolvidos nessa trama, além de detalhes importantes sobre esses que já citei, mas vou deixar isso para você descobrir na leitura! Só te digo que gostei bastante das famílias e do universo que Mary criou.
"Ela é feita de amor...Não há mais nada nela além de amor. Como alguém poderia lhe dar em retorno algo diferente?"
Pontos que amo na autora são: a escrita muito fluida e gostosa de ler, a construção dos personagens, eles são tão humanos que é muito fácil se identificar  e o fato de que não acreditam em tudo, como muitos mocinhos por ai. Os protagonistas não são facilmente enganados, nem se intimidam com os "vilões".  Como não amar? Inclusive, nesse volume, Mary arrasou em como resolveu alguns problemas na história, gostei muito das decisões que os personagens tomaram! Mais uma série de época que amei descobrir e uma autora que guardei no coração! Se você curte o gênero,  super te indico, é uma leitura muito prazerosa e viciante. Devorei os livros!






0 comentários:

Deixe seu comentário