Páginas

Operação Red Sparrow - Jason Matthews

Título: Operação Red Sparrow (Red Sparrow #1)
Autor (a): Jason Matthews
Publicação: Arqueiro- 2018
Número de páginas: 452
Onde encontrar: Amazon, SaraivaSkoob, Submarino
Nota: 🌟🌟🌟🌟,5
"Precisa de algo para alimentar esse seu temperamento. Precisa ter alguma coisa que seja só sua, pela primeira vez na vida..."
Dominika Egorova sonhava em ser uma bailarina do Bolshoi e tinha muito talento para isso, até que uma armação acabou com seu sonho. Na mesma época ela também perdeu uma das pessoas que mais amava na vida. É nesse momento delicado que seu tio Vanya, vice-diretor do serviço secreto russo, pede ajuda da sobrinha para um serviço extraoficial. Ela  aceita a proposta e toma uma decisão que vai mudar toda sua vida, já que acaba sendo um caminho sem volta para Dominika. Após o "trabalho", escolhe iniciar o treinamento para se tornar uma operadora de inteligência.  Mais uma vez, ela se mostra muito talentosa e se forma com destaque na academia. Quando enfim quer iniciar sua carreira, descobre que seu tio tem outros planos para ela. Uma formação adicional, na escola de Pardais, onde homens e mulheres eram treinados para seduzir em prol da espionagem. Após um treinamento degradante e humilhante, ela recebe uma importante missão: retirar informações de Nathaniel Nash, um agente da CIA que possui contato com um espião russo, e assim descobrir quem é o traidor. Nathaniel Nash é um operador americano, responsável por Marble, uma lenda da contraespionagem, o informante mais valioso da CIA. Após um encontro em que eles quase foram descobertos, Nash é mandado para  Helsinki e é lá que ele vai conhecer Dominika. Iniciando um jogo de inteligência, uma luta por informações, regada a muitas traições e atração. 
"Eles podem fazer o que quiserem...mas não vou permitir que sustentem o meu olhar"
O livro "Operação Red Sparrow" é um relançamento da editora arqueiro com a arte do filme lançado agora em 2018, mas a história foi originalmente publicada como "Roleta Russa" em 2014. Foi justamente o trailer do filme, que me fez ter vontade de ler essa história. Uma história cheia de manipulações, traições, jogo de poder e atração. Foi um livro que me tirou da minha zona de conforto.  Demorei um pouco de entrar no universo dele, por conta das siglas e palavras em russo, diferentes do que estou acostumada. Mas depois que entrei, gostei muito! 
"...descobriu que a antevisão da dor, a expectativa do que vinha depois, era muito pior do que a dor propriamente dita..."
Dominika é uma personagem muito complexa. Ela vive em um universo extremamente machista, e é vista como uma peça a ser usada, mais por sua beleza e pelo seu corpo do que pela sua inteligência e brilhantes habilidades. Gostei muito de como o autor construiu essa personagem, de algumas características singulares que ela possui. Uma protagonista que muda muito ao longo da história a partir dos infortúnios que passa em sua vida, e que infortúnios viu. Algumas cenas muito fortes! No começo do livro não simpatizei muito com ela, mas adorei quem ela se tornou no final, me despertou todos os tipos de sentimento. 
"Não importava o que a obrigassem a fazer, ninguém conseguiria atingi-la no espírito"
Nate é aquele bom agente americano, muito honesto e ótimo em seu trabalho. Sua carreira é tudo pra ele, e por isso faz de tudo para proteger seus ativos. Gostei da equipe que trabalha com ele em Helsinki: Gable e Forsyth, porque o autor conseguiu adicionar um pouco de humor nessa parceria. E da  troca ente Nathaniel e Dominika, porque ambos são muito bons no que fazem, não são pessoas fáceis de enganar, o que tornou tudo bem mais interessante, do que se apenas um dos dois escondesse segredos e omitisse verdades. Assim como a relação individual de cada um com Marble, adorei esse personagem!
"Uma lição para Nate: quando você começa a achar que é o cara, ai dá merda"
Outro ponto positivo pra mim, foi a sequência que o autor deu aos acontecimentos. Gostei de como tudo ia se encaixando, como uma informação do inicio logo fazia sentido mais na frente. O livro é bem detalhista, nos sentimos realmente nos lugares e mais do que isso, entendemos o que se passa dentro da cabeça de muitos personagens diferentes. Esse detalhe não chegou a me incomodar, mas foi justamente por ele, que não gostei do final da história. Depois de tantos acontecimentos detalhados, eu queria isso no fim, que pra mim foi bem abrupto. 

O livro tem uma história muito forte e atual, que vai muito além dos protagonistas, discute uma luta por poder entre nações, governos opressores e atrocidades feitas em nome de populações mas que na verdade, só defendem o interesse de poucos. Foi uma leitura que me levou a muitos extremos, me fez sair da minha zona de conforto e sentir muitas coisas diferentes. O que é sempre uma boa experiência. 





















0 comentários:

Deixe seu comentário