Páginas

[Resenha] Uma dama fora dos padrões - Julia Quinn

Título: Uma dama fora dos padrões (Os Rokesbys  #1)
Autor (a): Julia Quinn
Publicação: Arqueiro- 2018
Número de páginas: 272
Onde encontrar: Amazon,  Skoob
Nota: 🌟🌟🌟🌟,5
"Mas é claro que era ele. Porque quem mais passaria por ali no pior momento dela, no mais estranho e embaraçoso, na única maldita hora em que ela precisava ser resgatada?"
Billie Bridgerton não é uma dama comum. Umas das coisas que há faz diferente é sua impulsividade, e é justamente em um impulso que ela decide ajudar um gato. Nada de mal poderia acontecer certo? Errado, porque Billie acaba presa em um telhado e quem aparece pra ajudá-la é justamente a última pessoa que ela poderia desejar: George Rokesby. A família de Billie e a de George eram vizinhas em Kent, e a moça cresceu brincando com os irmãos dele, mas os dois nunca se gostaram. Pelo menos até que o acaso os coloca juntos, e algo de diferente surge. A medida que convivem, eles  surpreendentemente passam a sentir algo além da irritação habitual. Será que a pessoa que você mais detesta pode ser a mesma sem a qual você não quer viver?
"- Você tem uma percepção conveniente da realidade." 
"- Conveniente para mim, sim."
Julia é uma das minhas autoras de romance de época favorita, sempre quero ler suas histórias. Um das razões desse amor, são os núcleos familiares que ela cria. Cheio de afeto, mas cheio de pertubações familiares, o que trás muito humor pra seus romances. Foi assim na série "Os Bridgertons", em "Quartero Smythe-Smith" e AINDA BEM é assim também em "Os Rokesbys". Amei a interação não só entre cada família, mas principalmente entre a família Bridgerton e a Rokesby. 
"- Eu não tentaria subir em uma árvore de vestido" 
"- Não - rebateu ele secamente - você é muito sensata para isso"
"-Estou carregando você escada abaixo. Seria bom ser gentil comigo." 
"-Entendido - aquiesceu ela"
A protagonista dessa história é incrível, amei suas singularidades! Uma mulher a frente do seu tempo, que tem outras prioridades além do que se espera socialmente de uma dama. Billie é extremamente divertida e meio doidinha, o que já me fez amar ela. Gostei das trocas com George, cheias de sarcasmo de ambos os lados. Eu gosto muito desse tipo de conflito entre o casal. George não despertou minha paixão, principalmente porque não concordei com alguns posicionamentos dele, mas curti muito a forma como Julia o construiu. É um personagem que tem um quê de profundo, já que guarda bastante dentro de si, além do que as pessoas veem. E eu gosto disso. 
"Para os dois, o jogo se tratava menos de vencer do que de garantir que o outro não ganhasse"
As histórias da Julia fluem muito bem, são leves e divertidas. Suas protagonistas costumam ser a frente do seu tempo e questionar as regras sociais. Até hoje só não gostei de um livro que li dela (e já li muitos 😂😂). Como eu já falei, o muito legal nessa história é o núcleo. Duas famílias amigas, personagens que cresceram juntos, cheias de histórias divertidas. Você se sente parte da família, e dá aquela vontade de acompanhar a história de todos. Super indico! Ahh e se você é fã como eu, e amou os Bridgertons jogando ao ar livre em "O visconde que me amava" vai matar a saudade do jeitinho Bridgerton de competir acompanhando uma partida divertidíssima de croquet 😂😂😂. 




0 comentários:

Deixe seu comentário